domingo, 4 de novembro de 2007

Rotina

O final de semana já tá terminando e eu ainda não tinha vindo aqui escrever. É que eu estou tendo uma vida "quase" normal - o quase fica por conta de ter que ir ao hospital todo dia pra tomar remédio no caninho. Mas até isso já terminou hoje. Amanhã tenho consulta no hospital e a dra. Clara vai dizer se devo tomar o remedinho mais uns dias ou não.
Voltou a chover em São Paulo e por isso meus pais não puderam me levar a nenhum passeio ao ar livre. Aí a tia Ira nos levou pro shopping Ibirapuera. Lá eu almocei e passeei de carinho. Eu queria mesmo era ir ao parquinho, mas por causa da tal da imunidade meus pais não deixaram de jeito nenhum! "Imagina, aquele parque cheio de crianças espalhando vírus!" Eu acho que pai e mãe gostam mesmo é de dizer a palavra NÃO, e quando eles têm o apoio e incentivo daquele pessoal de branco, aí eles ficam mesmo impossíveis!
Quando chegamos do shopping, meus pais cismaram que eu tava com umas pintas vermelhas na pele. Adivinha pra onde fomos? Hospital, claro! A dra. Cecília me examinou e disse que era uma alergia. Então estou tomando outro remedinho. Eu perguntei pra dra. Cecília se eu não podia logo me mudar pr'aquele hospital, porque toda hora eu tenho que ir lá, mas ela também não entende a língua dos bebês. Pelo visto, os pediatras não fazem provas de proficiência em língua de bebês, né?
Hoje, além da chuva, a cidade está bem fria. Então nada de passeio. Só fui ao hospital tomar remédio. Essa rotina já tá ficando um pouco chata, sabe? Vamos ver se na consulta de amanhã a barrigudinha resolve me liberar por pelo menos uma semana antes da próxima quimio.

2 comentários:

José Helder disse...

Eita, Antônio. Você não para mesmo, hein? Um bocado de passeio bom. Mas que saco esse ping-pong no hospital, né? Tão achando que você é uma bolinha, é? Tomara que a barriguda te libere uma semana pra tu ficar mais tranqüilo. E essa alergia aí, já se acabou? Tua mãe vivia, não sei se ainda vive, com um tal de teldane na bolsa.

Cláudia disse...

Calma guerreiro! As batalhas são longas e cansativas, mas o sabor da vitória no final, hum...é tudo de Milão (pergunta pra tua mãe que ela te diz). Vai dar tudo certo, viu ?
beijos