quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Sum Paulo

Quando chegamos em São Paulo, fomos pra casa da tia Geórgia, do tio Henrique e do meu priminho Davi. Foi muito legal porque lá tem muitos brinquedos e meus tios são muito legais. O Davi ficou com um pouquinho de ciúmes de mim e me deu uns catiripapos, mas também eu roubei os brinquedos dele, o quarto dele, o berço dele, o carrinho dele... Depois viemos pra um flat perto do hospital, porque a casa dos meus tios é bem longe. Pena que aqui perto não tem tantos lugares legais pra passear como no bairro dos meus tios...
Minha primeira consulta no hospital A.C. Camargo foi beeem legal. A mamãe gostou muito da oftalmologista e também das oncopediatras. Uma delas se chama Dra. Clara e eu achei um pouco estranho que ela tem um barrigão, parece até que engoliu uma melancia. Mas minha mãe disse que é porque tem um bebê lá dentro. Eu entrei em pânico - já pensou se ela resolve me engulir também?! Mas agora já me convenci de que ela é legal, assim como a dra. Viviane, que também cuida de mim. Pena que elas têm uma mania de mandar me furar...
Falando em furar... Ontem eu deveria receber minha primeira quimioterapia, daí veio uma tropa de choque vestida de branco pra tentar furar meu bracinho. Nã- nã- nim- nã- não! Não deixei mesmo. Tentaram muitas vezes e eu esperneava e gritava: "Parem com isso! Não sou um porta-alfinetes! Sou um menino!" Mas parece que naquele hospital ninguém fala a língua dos bebês! Eu vi pela cara da minha mãe [a essa altura meu pai já tinha escapado do quarto, claro!] que ela já ia mandar toda aquela tropa pr'aquele lugar. Mas aí a dra. Clara mesmo disse que já bastava e que ninguém ia mais mexer em mim. Não disse que essa barrigudinha era porreta? Então hoje de manhã me deram um cheirinho pra dormir e colocaram um caninho no meu peito. Assim não vão ter que me furar a cada 21 dias. À tarde recebi a tal quimio e sabe de uma coisa? Não senti nada! Nem enjôo! Claro que colocaram uns remedinhos anti-enjôo, né? Mas eu só tô mesmo sonolento. Acho que agora vou dormir, de novo!

6 comentários:

Lelê disse...

Ontõe minino! Vc vai tirar de letra esse treco aí. Que bom que colocaram o catéter! Assim, não vão mais pinicar os seus bracinhos. Essa doutora Clara é legal mesmo.
Bjos da tia
Lelê

Cláudia disse...

Que menino corajoso!! Você é um gurerreiro mesmo, hen, Antônio ? Na realidade eu acho que essa é uma família de guerreiros. Sua mãe então, nem se fala. É mais porreta que a barrigudinha.
Boa sorte e beijos
Cláudia Marques

Eulália disse...

Oi, querido! Que boas notícias! fico muito feliz. A sua amiguinha Dani tinha toda razão quando falava como a "equipe branca" é bacana! Estamos todos aqui torcendo por você. Bjs!!!! Tia Lala

Thalita disse...

Super Mega Hiper Ultra Über Antônio!

Anônimo disse...

É isso aí priminho, estmos torcendo por vc. Que os anjos protetores dos bebês fiquem sempre ao seu lado. Enrico Antonio e a mamãe Renata

Pat disse...

Oi, Antonio! Não se preocupe com a Dra. Clara, quem tem essa mania de querer comer bebês é a prima Isabela:-D! Beijinhos, pequeno grande guerreiro! Beijos pros grandes guerreiros grandes mamãe e papai!